Fórmula Eixo-Pró - 30 Doses

Fórmula Eixo-Pró - 30 Doses

  • REF. Fórmula Eixo-Pró
  • Disponibilidade: Pronta Entrega
  • R$195,00

    R$ 195.00
  • 3x de R$65,00 sem juros
  • ou R$185,25 à vista
7 Dias Apos o Recebimento Do Produto
Calcule o freteNão sei meu CEP

DETALHES DO PRODUTO

    Fórmula composta por associação de ativos indicada para homens. O objetivo dessa fórmula é contribuir para a recuperação do eixo hormonal fazendo com que o corpo volte à produção natural da testosterona bem como minimizar os efeitos estrogênicos adversos,  evitando as perdas de massa magra e resistência, também é muito indicada para recuperar os danos causados ao fígado decorrentes do uso de medicamentos hepatotóxicos.

    Como atuam os componentes da fórmula:

    Crisina apresenta ação inibidora da aromatase e por isso é considerada uma “isoflavona anabólica” pelo seu efeito antiestrógeno que aumenta a produção de testosterona impedindo a conversão em estrogênio. Essa ação pode ser benéfica para controle hormonal de homens no período da andropausa e também indicado para fisioculturistas e atletas que utilizam andrógenos como anabolizantes, reduzindo seus efeitos adversos estrogênicos.

    N-acetilcisteína (NAC) é obtido a partir do aminoácido L-cisteína. Quando falamos de hipertrofia, os aminoácidos são reconhecidos como blocos de construção das proteínas. Ele pode auxiliar no fornecimento de glutationa, mesmo após o esgotamento desta em seu organismo. É nesse aspecto que devemos destacar a função antioxidante indireta que a N-acetilcisteína (NAC) pode oferecer, já que a glutationa é reconhecida como antioxidante principal para o funcionamento regular de todo o corpo. N-acetilcisteína normaliza as funções do fígado e atua como protetor hepático.

    Silimarina é extraída do fruto da planta medicinal Carduus marianus, reconhecida por sua atividade anti-hepatotóxica. A silimarina impede a peroxidação dos lipídeos da membrana celular e das organelas dos hepatócitos, protegendo, desta forma, a integridade e a função hepática de eventuais substâncias tóxicas, tanto de origem endógenas como exógenas. Age aumentando a síntese de RNA mensageiro, o que acelera a síntese proteica. É utilizada no tratamento de hepatopatias crônicas, cirrose, esteatose e lesão hepatotóxicas, produzindo melhora dos sintomas clínicos como a cefaléia, astenia (fraqueza muscular), anorexia, distúrbios digestivos etc.

    Vitamina C é essencial para síntese do material intercelular e inibir o cortisol. O seu uso também tem sido preconizado para aumentar a imunidade e a resistência a infecções e como antioxidante para captação de radicais livres.

    Saw palmeto vem sendo tradicionalmente utilizada no tratamento de casos de tumor benigno da próstata, desordem dos sistemas urinário e genital (ruptura, inflamação, entupimento de vias), impotência sexual, ejaculação precoce e hiperplasia da próstata. Esta planta alivia a micção noturna frequente, aumenta o jato urinário, trata as infecções do trato urinário e alivia a inflamação da próstata. 

    Urtica é renomada há muito tempo por suas propriedades tonificantes e mais recentemente ficaram conhecidas por fornecer suporte ao sinus sazonal. É um excelente elemento para a saúde do trato urinário pois tem um efeito diurético moderado. Este efeito diurético pode explicar porque as copas da urtiga eram usadas antes amplamente para tratar de condições do trato urinário como infecções da bexiga. 

    Licopeno é um caratenoide encontrado principalmente no tomate e derivados, sendo responsável pela coloração vermelha intensa do próprio tomate e de outras frutas. Assim como outros carotenoides, Licopene tem ação antioxidante que protege as células contra os radicais livres. Por atuar neutralizando os radicais livres, o licopeno ajuda a prevenir doenças degenerativas. O consumo de alimentos concentração de licopeno no sangue, foi associado a um menor risco de câncer, principalmente de próstata.

    Zinco é mineral essencial para a produção de testosterona e responsável pelo bloqueio da enzima aromatase, que transforma o excesso de testosterona em estrogênio. Também tem poder antioxidante e fortalece o sistema imunológico, reduzindo o risco de infecções, entre outros problemas de saúde.   

     

    - Ajudar a minimizar os efeitos estrogênicos adversos devido à ação inibidora da aromatase;

    - Ajudar a aumentar a produção endógena de testosterona;

    - Proteção hepática;

    - Auxiliar a restaurar a saúde cardiovascular.

     

     

    Crisina 200mg
    N-acetilcisteína 200mg
    Silimarina 400mg
    Vitamina C 500mg
    Saw palmeto 200mg
    Urtica 300mg
    Licopeno 10mg 
    Zinco 50mg
    Excipiente qsp 1 dose

    Tomar 1 dose ao dia.

      1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

      2. Imagens meramente ilustrativas.

      3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

      4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.

      5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

      6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

      7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

      8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

      9. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

      10. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.

      11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

      12. Contra Indicações: A Crisina é contra indicada para pacientes com câncer de próstata ou em pacientes hipersensíveis a crisina.
      13. Precauções: Não recomendamos o uso por mulheres.
      14. Interações medicamentosas: A Crisina pode apresentar efeito aditivo aos efeitos de outros inibidores da aromatase tais como a aminoglutetimida, o anastrozol e o letrozol.


      "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO"


                                  1.Capasso A, Piacente S, Pizza C, Sorrentino L. Flavonoids reduce morphine withdrawal in vitro. J Pharm Pharmacol. 1998; 50:561-564.

                                  2.Galijatovic A, Otake Y, Walle UK, Walle T. Extensive metabolism of the flavonoid chrysin by human Caco-2 and Hep G2 cells. Xenobiotica. 1999; 29:1241-1256. 3.Jeong HJ, Shin YG, Kim IH, Pezzuto JM. Inhibition of aromatase activity by flavonoids. Arch Pharm Res. 1999; 22:309-312.

                                  4.Kellis JT Jr, Vickery LE. Inhibition of human estrogen synthetase (aromatase) by flavones. Science. 1984; 225:1032-1034.

                                  5.Kuiper GG, Lemmen JG, Carlsson B, et al. Interaction of estrogenic chemicals and phytoestrogens with estrogen receptor beta. Endocrinology. 1998; 139:4256-4263.

                                  6.Nagao A, Seki M, Kobayashi H. Inhibition of xanthine oxidase by flavonoids. Biosci Biotechnol Biochem. 1999; 63:1787-1790.

                                  7.Paladini AC, Marder M, Viola H, et al. Flavonoids and the central nervous system: from forgotten factors to potent anxiolytic compounds. J Pharm Pharmacol. 1999; 51:519-526.

                                  8.Salgueriro JB, Ardenghi P, Dias M, et al. Anxiolytic natural and synthetic flavonoid ligands of the central benzodiazepine receptor have no effect on memory tasks in rats. Pharmacol Biochem Behav. 1997; 58:887-891.

                                  9.Walle UK, Galijatovic A, Walle T. Transport of the flavonoid chrysin and its conjugated metabolites by the human intestinal cell line Caco-2. Biochem Pharmacol. 1999; 58:431-438.

                                  10.Campbell DR, Kurzer MS. Flavinoid inhibition of aromatase enzyme activity in human preadipocytes. J Steroid Biochem Mol Biol 1993;46:381-388.

                                  11.Wolfman C, Viola H, Paladini A, et al. Possible anxiolytie effects of crisina, a central benzodiazepine receptor ligand isolated from Passiflora coerulea. Pharmacol Biochem Behaul 1944;47:1-4.

                                  Fórmula Eixo-Pró - 30 Doses
                                  Ref. Fórmula Eixo-Pró
                                  • R$195,00

                                  • 195.00
                                  • 3x de R$65,00 sem juros
                                  • ou à vista R$185,25
                                    no boleto